Escova de bambu: a opção mais sustentável para a sua higiene bucal

Você já ouviu falar em escova de dente sustentável? Ela existe e é bem acessível. Continue lendo esse artigo e aprenda tudo sobre a escova de bambu.

O hábito de escovar os dentes já faz parte da vida não apenas dos brasileiros, como de todo o mundo. Não apenas para a limpeza da boca, a escovação ajuda também na manutenção do hálito, algo muito importante durante uma boa conversa, não é mesmo? Imagina alinha esse hábito diário com um item sustentável: a escova de bambu.

A saúde bucal por muito tempo foi negligenciada e até pouco tempo a consulta ao dentista era apenas focada em tratamentos para remediar uma dor ou um problema.

Com o cenário atual, as pessoas estão se prevenindo muito mais, dessa forma, a ida ao dentista tem sido preventiva, e os cuidados com a escovação se tornaram muito mais recorrentes.

A escovação os dentes é um hábito de higiene que precisa ser repetido algumas vezes durante o dia, para que a saúde bucal das pessoas continue sempre em dia. Para isso uma grande aliada, é a escova de dentes.

O surgimento das escovas de dente

Se você acha que as escovas de dente são invenções recentes, está muito enganado, pois há indícios de que a sua primeira criação (base de ideia) foi lá no Antigo Egito por volta do ano de 1498.

De acordo com estudos arqueológicos recentes, em uma tumba egípcia antiga (cerca de 5 mil anos), foi encontrado um objeto semelhante a um ramo de uma planta, em uma de suas extremidades ela tinha sido desfiada, assim parecendo algumas cerdas.

Não foram só os antigos egípcios que se preocupavam com a saúde bucal, os assírios, por exemplo, ao invés de criarem um objeto, utilizavam os próprios dedos para a limpeza dos seus dentes.

Alguns gregos limpavam os dentes com toalhas de linho, e os romanos faziam uma mistura (um tanto peculiar, digamos) de areia, cinzas de ossos e ervas. Alguns romanos inclusive, tinham escravos exclusivos para realizarem esse cuidado.

O primeiro protótipo da escova de dente

O primeiro modelo que começou a se aproximar da forma real das escovas de dente foi criado no ano de 1490, na China. O seu cabo era feito de bambu ou algum osso pequeno e no lugar das cerdas usavam pelos de cavalos ou de porco.

O problema desse tipo de modelo de escovas de dente, era que as suas cerdas causavam pequenos machucados na boca e na gengiva. No entanto, a partir desse modelo foi que os estudos sobre as escovas de dentes começaram a avançar consideravelmente.

Após inúmeras tentativas para opções viáveis de cerdas, no ano de 1930 o náilon Descoberto a pouco tempo), se tornou a matéria-prima mais viável para a fabricação das cerdas das escovas, juntamente com o seu cabo plástico.

No entanto, os tempos começaram a mudar e apesar de ainda ser muito usada, a escova de dentes de plástico vem perdendo força, para outros tipos de escovas que são feitas com um material mais sustentável, o bambu.

Tipos de escova de dente

Para o nosso consumo existem alguns tipos de escovas de dentes mais comuns disponíveis no mercado. A seguir vamos falar um pouco de forma básica sobre cada uma.

  • Escova de dentes de plástico

Essa é a escova de dentes comum, o seu cabo é feito de plástico e as suas cerdas com nylon. Apesar de algumas cerdas serem bem duras o que podem causar danos à gengiva, existem no mercado algumas cerdas mais macias.

O maior problema de usar esse tipo de escova, é o descarte do seu material plástico que acaba fazendo mal para todo o meio ambiente.

  • Escova de dentes de bambu
Modelos escova de bambu

A escova de bambu é completamente biodegradável, e é feita com cerdas de nylon que são bem macias, dessa forma não agride a gengiva, sendo a melhor opção sem envolver o uso de matéria-prima animal. Algumas possuem cerdas coloridas, no entanto, o processo de coloração é feito com corante seguro para o nosso organismo.

As escovas de bambu são 100% livre de BPA, livre de ftalato, PVC livre, além do mais, elas possuem um melhor desempenho do que as escovas de dentes comuns.

Uma forma muito vantajosa de adquirir escovas de dentes de bambu é comprando um kit, pois assim há uma ótima relação e custo-benefício

Danos ambientais das escovas tradicionais

O maior problema do uso das escovas de dentes tradicionais é que o material que as compõe dura em média 400 anos para serem decompostos no ambiente. Dessa maneira, já que a recomendação de trocas de escovas de dentes é em alguns meses, há um descarte constante de escovas de dente, aumentando cada vez mais o acúmulo de resíduos sólidos que demoram muito tempo para se degradarem.

escova de dente convencional

Objetos compostos de polímeros que levam muito tempo para degradação causam danos ambientais quando são descartados de maneira incorreta, podendo ser acumulados em lixões ou em áreas de mares ou rios, prejudicando assim o ecossistema local.

Muitos animais podem inclusive se confundir e acabam ingerindo materiais sólidos, como as escovas de dentes de plástico e acabam por se prejudicarem e em alguns casos os animais morrem, modificando todo o equilíbrio local.

Também podemos considerar o impacto ambiental das escovas elétricas que contém a mesma formação em plástico além das suas baterias que se mal descartadas podem poluir aterros e oceanos com químicos.

Por isso é tão preocupante não usar produtos sustentáveis. Incrível como nossas pequenas mudanças podem interferir em todo um sistema e não nos damos nem conta, não é mesmo? Você pode pesquisar um pouco mais sobre sustentabilidade clicando aqui.

Menor impacto ambiental: escova de bambu

Você imagina por qual motivo o bambu foi escolhido para compor o cabo da escova de dentes? Bem, primeiramente o bambu é uma planta que possui um crescimento muito rápido, nesse caso o seu cultivo é mais fácil e seu caule é usado para formação de objetos pois possui um menor impacto ambiental.

Além disso, elencamos ainda mais alguns motivos para você utilizar a escovas de dentes de bambu. Optar pelo seu uso não causa desequilíbrio ambiental, justamente pelo rápido crescimento.

Como os cabos são feitos do bambu, eles são biodegradáveis, ou seja, eles não levam diversos anos para se decomporem na natureza, por meio de compostagem, o cabo das escovas de bambu pode ser degradado naturalmente.

Dessa forma não há acúmulos de resíduos sólidos em nosso planeta, por isso não há impacto ambiental.

Benefícios de usos e facilidade

Além de um design muito arrojado, e todo o benefício que ocasiona para o ambiente, a escova de bambu possui um benefício que merece destaque em nosso artigo. Escovas de bambu

O bambu possui propriedades antibacterianas, ou seja, ele já ajuda ainda mais na proteção de nossa boca, já que a cárie é uma doença causada por um tipo de bactéria a Streptococcus mutans.

Além do mais, o seu uso não necessita de nenhuma aptidão ou ritual específico, basta apenas usar e guardar da maneira adequada.

Manutenção e uso

Assim como qualquer outro objeto de uso pessoal, a escova de bambu possui alguns cuidados tanto em seu uso como em sua manutenção. Mas não se preocupe, trouxemos um guia simples e básico para te ajudar com a sua nova escova de bambu.

  1. Fique de olho no seu tempo de troca

Todo objeto de uso pessoal, possui um tempo de vida útil, e não seria diferente com a escova de dente de bambu. De acordo com as orientações dos cirurgiões-dentistas a troca da escova deve ser feita no período de três em três meses.

  1. Maneira correta de guardar a escova de bambu

Na sua fabricação a escova de bambu recebe um tratamento com óleo, pois dessa maneira a sua durabilidade é prolongada. Para guardar corretamente a sua escova, escolha um local seco e arejado, dessa forma, você evita a proliferação de mofo e micro-organismos em sua escova.

  1. Como realizo o descarte da escova?

Por ser feita de um material biodegradável, você não joga a escova de bambu em uma lixeira comum. O seu cabo pode ser enterrado e as suas cerdas podem ser enviadas para reciclagem.

Escova de bambu e sustentabilidade

Você pode se questionar: apenas mudar os meus hábitos pode causar algum impacto no mundo? E sim, pode! Esse questionamento passa pela mente de muitas pessoas, que duvidam que uma atitude individual pode realmente fazer a diferença para o mundo.

Ao optarmos por uma vida mais sustentável, estamos nos preocupando tanto com a nossa saúde como a do planeta em que habitamos. Ao trocar um objetivo de uso pessoal constituído por um polímero artificial que degrada o meio ambiente por um objeto constituído de um material natural.

Além de evitar o acúmulo de resíduos sólidos, evitamos o consumo de produtos compostos por materiais que podem liberar elementos químicos que podem ser tóxicos para o nosso organismo.

escova de dente plastica e madeira
escova de dente plastica e madeira

Sem contar que uma única pessoa pode começar uma onda sustentável, influenciando seus parentes e amigos mais próximos a cuidarem da saúde e do ambiente, a atitude é individual, que se expande para o coletivo e assim, todos se unem pelo mesmo propósito.

E então, o que você está esperando para fazer parte dessa rede sustentável que só cresce cada dia mais e mais? Vamos trocar seus produtos que prejudicam o planeta, por aqueles que podem ajudar a natureza?Clique na imagem e conheça!

Ekological, produtos sustentáveis para o seu dia a dia

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.