Conheça as 10 formas de se tornar mais sustentável

Parece existir uma tensão inerente do nosso papel de evoluir como seres humanos conservadores ou integrantes da natureza. Diante de um processo de expansão progressiva da população, escolhas que fazemos para lidar com a com a difícil situação no século XXI e nos tornar mais sustentável serão cruciais, não apenas para a civilização brasileira, mas para o planeta como um todo.

Será que a tecnologia irá salvar o planeta ou destruí-lo? Talvez hoje existam tecnologias suficientes para equilibrar o planeta, mas não estamos prontos para utiliza-las? Ou o maior problema é a crença de que alguém, algum dia, vai nos salvar? Para não ficar preso nestas perguntas, sugerimos que faça a sua parte e comece a construção de um mundo mais sustentável. Por isso, preparamos uma lista com 10 meios de implementar a sustentabilidade como um estilo de vida:

1. Pense duas vezes antes de comprar

Os 3R’s da sustentabilidade: reduzir, reutilizar e reciclar
são ações práticas que visam minimizar a geração de resíduos, além de proteger a natureza do consumo desenfreado de recursos. Adotando estas práticas, é possível viver uma vida mais sustentável e equilibrada com o meio ambiente e ainda diminuir o custo de vida com menos gastos.

Pesquisa mostra que 76% não praticam consumo consciente no Brasil

Cada produto que compramos tem uma pegada ambiental, desde os materiais usados ​​para criá-lo até a poluição emitida durante a produção e também nas embalagens dos produtos que vão parar em oceanos e aterros, portanto, antes de adquirir qualquer item, pergunte a si mesmo se realmente é necessário e assim busque alternativas de adquirir um item já utilizado ou conservado. Quando não houver jeito e a compra do produto for realmente necessária, fique atento as embalagens resultantes do consumo e priorize itens com maior durabilidade ou mínimo tempo de degradação.

2. Certifique-se de que suas grandes compras gere um grande benefício sustentável

Garanta que suas principais compras gerem ganhos ambientais significantes como, por exemplos, casa, barco, carro, moto, eletrodoméstico, entre outros. A aquisição de forma correta destes produtos pode fazer uma enorme diferença no seu nível de sustentabilidade. Ok, nem todo mundo pode sair e trocar um carro popular por aquele carro híbrido de última geração – meu sonho por sinal! – mas você sempre pode priorizar produtos que são mais eficientes ou que consomem menos combustíveis e assim economizar uma boa grana.

Assim você reduz a sua produção de carbono e diminui o impacto sobre o meio ambiente. Se você está comprando uma geladeira ou ar condicionado, por exemplo, procure por aparelhos mais eficientes nas etiquetas dos produtos. Precisa de um novo aquecedor de água? Considere a atualização para solar. Portanto, considere o fator sustentabilidade nas suas aquisições e você ficará surpreso como pode ser agradável ter um consumo mais consciente e ainda economizar no final do mês.

3. Seja sustentável e plástico Zero

Aqui já sabemos que todos os dias aves, tartarugas marinhas, focas e outros animais morrem após consumir plástico ou presos em restos de embalagens. Você pode reduzir seus resíduos de plástico com algumas etapas simples:

Ecobags reutilizáveis na substituição do plástico
Uma EcoBag dobrável é perfeita para se levar na bolsa.
  • Use sacolas reutilizáveis ​​ao fazer compras;
  • Utilize garrafassacos canudos reutilizáveis;
  • ​​Evite produtos feitos ou embalados em plástico sempre que possível (compre à granel e em lojas locais).
  • Recuse produtos que coloquem em perigo a vida marinha e selvagem

 

4. Revenda e doe itens de forma sustentável

Qualquer material que você não precisa mais pode ser extremamente valioso para outra pessoa, além de aumentar o ciclo de vida de qualquer item, colocando para revenda ou doação. Ao prolongar a vida de qualquer produto, você faz o mundo dar mais um passo em direção a um futuro sustentável para os nossos descendentes.

Vale tudo aqui! Tem sites hoje como o Mercado Livre ou o Enjoei que facilitam essa missão. Você pode revender roupas e itens para outras pessoas sem dor de cabeça e caso queira uma saída mais fácil, é possível doá-los a uma ONG, orfanatos ou instituições de caridade (como o Exército de Salvação) que os redistribuem para quem realmente precisa.

5. Recicle tudo o que é possível

Recicle ao máximo! Se o seu bairro ou condomínio não oferece coleta seletiva, encontre um local de entrega ou solicite o serviço, se possível. Um facilitador pode ser o aplicativo Cataki que te conecta com mais de mil catadores de lixo cadastrados na plataforma. Uma ótima forma de garantir a destinação correta de materiais recicláveis e auxiliar catadores autônomos.  Para itens especiais como lâmpadas fluorescentes, baterias, telefones celulares e eletrônicos, encontre uma recicladora apropriada.

o Movimento dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) acredita que existem de 800.000 a 1 milhão de catadores em atividade.

6. Utilize água sabiamente

Existem várias formas para utilizar menos água, basta pensar na sua relação com o consumo através de coisas simples como desligar a torneira enquanto ensaboa,. Além de diminuir a vazão da água ou não descongelar alimentos em água corrente, você também pode economizar água tomando banhos mais curtos e consertando banheiros com vazamentos. A conservação da água é crítica, especialmente porque a nossa população aumenta progressivamente a demanda das fontes deste recurso no planeta.

7. Dirija menos, se movimente de forma eficiente.

Entrega de bicicleta eficiente e sustentável
Aqui na ekological damos o exemplo fazendo envios de bicicleta para algumas regiões de São Paulo.

Alterar os seus hábitos de locomoção pode reduzir, drasticamente, sua produção de carbono na Terra através da caminhada, andar de bicicleta, patinete elétrico ou pegando carona, usando transporte público compartilhado sempre que possível e combinando com amigos para fazer menos viagens como motoristas. Escolha dias para não ir de carro para o trabalho. Com estes pequenos ajustes podem aumentar sua eficiência financeira e ambiental, levando ao mesmo lugar por novos caminhos.

8. Tenha uma casa sustentável

Um dos segredos para se ter uma casa ecologicamente correta é prever uma construção sustentável, também conhecida como construção verde, que refere-se a uma obra ecologicamente correta, com soluções para amenizar os seus impactos ambientais. Isto significa, resumidamente:

  • Diminuição do consumo e reaproveitamento da água;
  • Eficiência energética e adoção de energias limpas, como a solar e a eólica;
  • Utilização de materiais ecológicos, como a madeira certificada e produtos recicláveis;
  • Manejo correto de resíduos e lixo para que sejam totalmente reaproveitados na cadeia produtiva.

Certifique-se de que sua casa tenha iluminação e ventilação natural adequada e, é claro, lâmpadas LED economizadoras de energia para iluminação mais eficiente e barata.

9. Jogue lixo no lixo

A prática de jogar lixo na rua tem como consequência principal o despejo de resíduos de bueiros para oceanos. Não só jogar o lixo no local destinado a ele é importante, mas sim catar o lixo existente em trilhas, parques e principalmente no ambiente onde vive.

Corrida sustentável com coleta de lixo
Praticantes do plogging.

10. Use o seu raciocínio no seu voto.

Uma nova atividade que está virando moda é o plogging que mescla a prática da corrida com a coleta de lixo. A história começou quando o
o ambientalista Erik Ahlström se mudou para Estocolmo, capital da Suécia, e percebeu que a limpeza das ruas não era exatamente um primor (isso na Suécia, hein). Ele considerou, então, que deveria fazer algo a respeito do problema da sujeira nas vias públicas, chegando assim à fórmula do plogging. Atenção aos acessórios necessários para exercê-lo: uma roupa de ginástica, um tênis apropriado, luvas e sacos de lixo. Por que não cuidar da saúde e do meio ambiente ao mesmo tempo?

Uma das melhores coisas que você pode fazer pela vida selvagem e pelo planeta, hoje e no futuro, é envolver-se ativamente em sua comunidade e trazer esta discussão para debate. Por isso, procure votar em candidatos com fortes propostas ambientais e incentive seus representantes a aprovar políticas mais criteriosas para proteger o meio ambiente, além de combater as mudanças climáticas. Assine e compartilhe posts em prol do meio ambiente, participe de eventos e converse com seus amigos sobre a proteção de espécies ameaçadas e a necessidade de abordar o crescimento da população humana e o consumo excessivo da humanidade atualmente. 

São apenas 10 formas de tornar o mundo mais sustentável, mas consiste em muita força de vontade para fazer um mundo melhor. Assim, esperamos que essas dicas possam te auxiliar nos primeiros passos para uma vida mais equilibrada com a natureza e o meio ambiente.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.